Cidades

Ocupação de UTI cresce em Goiânia por conta da variante Delta

Segundo a SMS, Goiânia já confirmou no último dia 18 a circulação comunitária da variante Delta

diario da manha
Foto: Reprodução

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19, tem crescido nas últimas semanas, em Goiânia. O aumento foi registrado por conta da circulação da variante Delta, na capital e a baixa medidas de proteção por parte das pessoas.

No último sábado (26), de acordo com a atualização do boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 93,05% das 295 UTIs de Goiânia já estão sendo ocupadas.

Segundo a SMS, Goiânia já confirmou no último dia 18 a circulação comunitária da variante Delta. O caso foi rastreado por meio por meio de um programa de sequenciamento genético em Goiás.

O avanço de casos de Covid-19 em Goiânia ocorre no mesmo momento em que estudos sobre a nova variante, deixa cientistas ainda mais alerta sobre o assunto.

Segundo a SMS, as medidas de vigilância foram intensificadas. A pasta acrescentou ainda que a testagem ampliada é feita toda semana, disse ainda que há parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), o sequenciamento genético de amostras aleatórias para monitorar variantes da Covid-19.

Comentários