Cidades

Polícia prende suspeitos de falsificar documentos para cometer crimes pelo país

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Goiânia.

diario da manha

Na última quinta-feira (17), a Polícia Civil através do 8DP de Goiânia, cumpriram mandados de Busca e Apreensão e de Prisão Preventiva em desfavor de MPLN e IOC, na Granja do Torto, Distrito Federal. Os policiais cumpriram ainda, um mandado de prisão preventiva em contra JMML, o qual estava preso na Papuda/DF.

Segundo a polícia, todos os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Goiânia, após a investigação concluir que MLPN tinha acesso a servidores de cartórios espalhados pelo país e, com isso, obtinha documentos falsos para praticar diferentes crimes.

De acordo com a polícia, JMML comprou um apartamento financiado junto ao Banco Bradesco no valor de R$ 620.000,00 e fez um seguro de vida no valor de R$ 100.000,00, então MLPN obteve uma Certidão de Óbito falsa em nome de JMML e entregou à IOC, esposa de JMML.

Com a documentação, IOC conseguiu judicialmente a quitação do apartamento e o banco depositou uma quantia de R$ 623.000,00. A ação judicial do seguro de vida está em andamento, mas os advogados do Banco já apresentaram fatos novos ao Judiciário.

Segundo as investigações, todo o plano foi arquitetado por MLPN, que reside no apartamento, sendo essa a sua parte dos ganhos com os crimes. Já JMML ficaria com o seguro de vida.

Após constatar o crime, o Poder Judiciário determinou o sequestro do apartamento. A investigação teve a cooperação do Ministério Público, do Poder Judiciário, o apoio dos Policiais Civis e dos Policiais Penais do Distrito Federal na parte operacional e a troca de informações com a Polícia Civil do Paraná.

Comentários