Cidades

Família de menino de 11 anos morto por motorista bêbado pede justiça

Bruno também é suspeito de ter cometido outro acidente depois de atropelar e matar Vinícius

diario da manha

A família de Vinicius Wopp de 11 anos que morreu atropelado por um motorista embriagado, no último domingo, 25, em Sorocaba (SP), pede justiça. O menino tinha saído com a avó para buscar uma peça de bicicleta quando foi atingido por um carro em alta velocidade.

A mãe dele, Priscila Wopp, de 35 anos, contou que estava em um culto da igreja no momento em que soube do acidente. Ela foi até local, onde soube da morte.

O crime aconteceu na Rua Paulo Emanuel de Almeida, no bairro Wanel Ville. O motorista, Bruno de Moura Antunes, de 29 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Em imagens gravadas por câmeras de segurança é possível ver que o menino aguardou para atravessar a rua e quando o sinal fechou, ele começou a atravessar a via e foi atingido pelo veículo. O caso está sendo investigado pelo 4° Distrito Policial de Sorocaba.

“Eu só quero Justiça, nada vai trazer meu filho de volta. Eu não quero ele solto. Não tenho palavras, meu filho era uma criança incrível. É uma dor que não tem tamanho”, afirma a mãe de Vinicius.

Bruno também é suspeito de ter cometido outro acidente depois de atropelar e matar Vinícius. Após ser abordado pela polícia e submetido ao teste do bafômetro, foi confirmada a presença de álcool no organismo dele.

Ao ser questionado sobre o motivo de ter fugido, o suspeito afirmou que o filho de 7 anos que também estava no carro, havia ficado muito nervoso com a situação e, por isso, não parou para prestar socorro ao adolescente.

Ele foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba e vai responder por homicídio na direção de veículo, embriaguez e fuga do local do acidente com omissão de socorro.

Comentários