Cidades

Morre homem que teve 50% queimado em Goiânia

Acidente ocorreu na sexta-feira, 2, após Stive usar álcool para cozinhar em sua residência, ele sofreu uma parada cardíaca durante a raspagem e não resistiu aos ferimentos

diario da manha

Stive Daves Alves, de 33 anos, não resistiu aos ferimentos provocados em 50% do seu corpo, após tentar cozinhar usando álcool em Goiânia e morreu na noite da última segunda-feira, 5, em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da capital onde estava internado.

De acordo com a família do rapaz ele foi submetido a uma raspagem e durante o procedimento ele sofreu uma parada cardíaca. Na sexta-feira, 2, Stive teve 50% do corpo queimado ao tentar preparar o almoço com álcool.

Ele foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) e levado para o Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) com queimaduras no rosto, tórax e braços.

O hospital afirmou em entrevista ao G1, que foram feitos todos os procedimentos para que o paciente não viesse à óbito, mas infelizmente ele não resistiu e morreu na unidade de saúde.

A mulher de Stive, Chirlene Correia da Silva, de 50 anos, afirmou que eles estavam com dificuldades financeiras, e que por essa razão usavam álcool há alguns dias para cozinhar.

Ela informou ainda que no dia em que o acidente ocorreu, ela havia saído e deixou Stive terminando de arrumar o almoço, e no momento que um vizinho foi atrás dela para avisar que estava saindo uma fumaça de sua residência.

Chirlene disse que ao chegar na residência tudo já havia sido destruído, e que foi desesperador ver o marido naquela situação, pois ele estava tremendo e não conseguia falar.

Leia também:

Comentários