Cidades

Mulher chama pai e filho de 'negrada do inferno' e chuta PM ao ser presa por injúria racial

De acordo com uma das vítimas, a agressora foi liberada da delegacia após pagar R$ 1 mil

diario da manha

Uma mulher de 64 anos foi presa em flagrante, na última quarta-feira, 28, por injúria racial, em Taguatinga, no Distrito Federal. As ofensas tiveram início em frente a um shopping da região, quando a idosa passou por pai e filho que estavam na calçada e gritou, “Negrada do inferno, vai pro raio que o parta [sic]”. Veja o vídeo:

É possível ver nas imagens que o técnico em telecomunicação Alcides Jesus Santos, de 39 anos, filmava o pai, José Barbosa dos Santos, de 70 anos, em frente ao estabelecimento comercial após saírem de uma consulta médica. José trabalha como pintor há mais de 40 anos e os dois comentavam sobre a pintura do edifício no momento em a mulher passou e ofendeu os dois.

Uma policial militar à paisana que passava pelo local escutou o que a idosa disse e questionou “Você está doida?”, perguntou a agente. A suspeita tentou fugir e agrediu a policial com um chute.

Um militar do Corpo de Bombeiros viu a situação e ajudou a conter a agressora até a chegada dos policiais militares. Ela foi presa e levada à 21ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga Sul.

O caso foi registrado como injúria racial e vias de fato, devido a mulher ter agredido a policial. Segundo a Polícia Civil, foi arbitrada fiança, mas a corporação não informou o valor e nem se a quantia foi paga pela suspeita. De acordo com uma das vítimas, a agressora foi liberada da delegacia após pagar R$ 1 mil.

Comentários