Cidades

Recém-nascida é resgatada após ser abandonada debaixo de árvore

Polícia investiga o caso e tenta descobrir quem é a mãe da menina

diario da manha

Uma recém-nascida foi encontrada na madrugada desta terça-feira, 20, em debaixo de uma árvore em uma rua do Setor Jardim Cerrado 1, em Goiânia.

De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), a equipe foi acionada por volta das 5h30 de hoje.

Policiais do 42ª Batalhão da Polícia Militar (BPM) foram até o local onde o recém-nascido foi abandonado para atender a ocorrência. Segundo as informações divulgadas, uma testemunha encontrou a menina em baixo de uma árvore.

A polícia informou que no momento que a menina foi encontrada a temperatura marcava 13º, e que a testemunha pegou a criança e levou para sua residência, onde chamou a polícia e fez a denúncia do abandono.

Os policiais do 42ª BPM logo após chegarem a residência da testemunha, chamaram o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), e a equipe levou a criança para o Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia.

Nossa reportagem entrou em contato com o HMI, para saber sobre o estado de saúde da criança e por meio de nota a unidade, afirmou que a criança chegou ao hospital por volta das 6h10 com 44 centimentros e pesando 2,2440 kg.

Na nota o Hospital afirma que a criança segue internada na unidade de saúde recebendo todos os cuidados necessários. Ainda informa que a bebê fez todos os exames médicos e que não a previsão de alta para a recém-nascida. O hospital afirmou também que o caso é acompanhando pelo Conselho Tutelar.

Em nota a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) afirmou que o caso é investigado, e que as equipes policiais já fazem todo o levantamento para descobrir quem é a mãe da criança e a razão pela qual ela abandonou a bebê.

Confira a nota na íntegra do HMI

O Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) informa que nesta terça-feira, 20 de julho, por volta das 6h10, deu entrada na unidade uma recém-nascida trazida pelos bombeiros. Com 44 cm e pesando 2,240 kg, ela segue internada na unidade, onde está recebendo todos os cuidados necessários e passa bem. A recém-nascida passou por exames. Ainda não há previsão de alta. O Conselho Tutelar foi acionado para o acompanhamento do caso.

Leia também:

Comentários