Cidades

Família é baleada ao ser acusada de passar Covid-19

Antes de atirar, o sujeito teria dito que seus familiares teria pegado covid por causa dessa família

diario da manha
Foto/Polícia Civil

Na manhã desta terça-feira (17), três pessoas da mesma família foram baleadas numa oficina próxima ao Estádio JK, em Itumbiara. Segundo o delegado do caso, um homem chegou ao local, onde as vítimas trabalham, bastante revoltado porque havia perdido dois familiares para a covid-19.

Muito irado por perder o pai e o irmão para a doença, o sujeito disse, antes de atirar, que estaria ali para se vingar. Que a culpa pela morte de seus entes seria, supostamente, dessa família, que teria contraído o vírus e passado para o pai dele e para o irmão.

Flanklaber Silva e Silva de 40 anos, e a esposa, Marilia Silva e Silva de 37 anos, não resistiram e morreram. Já o filho de Flanklaber, de 21 anos, sobreviveu aos ferimentos e foi socorrido.

O delegado Felipe Sala, do GIH de Itumbiara disse que, após o fato, o sujeito fugiu do local. Mas a polícia Civil continua as investigações e segue na busca e na identificação do criminoso.

Leia também

Comentários