Cidades

Suspeitos de aplicar golpe contra agência lotérica são presos

De acordo com a polícia, os suspeitos se passavam por funcionários da Caixa Econômica Federal e convenciam os empregados e donos dessas empresas sobre uma suposta necessidade de atualização do sistema de informação

diario da manha

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), deflagrou, na manhã desta sexta-feira, 27, a operação Sorte no Azar que cumpriu 12 mandados judiciais de busca e apreensão nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade, Goianira e em Palmas (TO).

A operação, coordenada pelo delegado Daniel Oliveira, adjunto da especializada, é resultado de investigação policial da DERCC referente ao golpe que gerou prejuízo de mais de R$ 65 mil para uma casa lotérica localizada em Goiânia.

De acordo com a polícia, os criminosos se passavam por funcionários da Caixa Econômica Federal e convenciam os empregados e donos dessas empresas sobre uma suposta necessidade de atualização do sistema de informação. Assim eles induziam as vítimas realizarem transações bancárias e pagamentos de boletos, sob o pretexto de se cuidar de simulações ou de que os valores seriam anulados.

Segundo as investigações, os valores creditados em contas de laranjas eram rapidamente sacados e repassados aos agenciadores das contas, o que dificulta a recuperação do dinheiro.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Se condenados poderão pegar até 18 anos de reclusão.

Leia também:

Comentários