Cidades

Ginecologista é investigado por violação sexual pela operação Sex Fraud

A Deam de Anápolis acredita que há cerca de 20 vítimas

diario da manha


Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos, ginecologista e obstetra, está sendo investigado pela operação Sex Fraud, suspeito de violação sexual contra pelo menos seis vítimas. A Polícia Civil de Goiás, por intermédio da Delegacia Especializada em atendimento à Mulher de Anápolis (Deam), cumpriu mandados de prisão preventiva e busca e apreensão nesta quarta-feira, 29.

Além das denúncias registradas, há mulheres de outros estados que acionaram as autoridades relatando o mesmo acontecimento, a Deam de Anápolis acredita haver 20 vítimas.

O ginecologista e obstetra tem registro profissional (CRM) ativo em Goiás, Pará, Paraná e Distrito Federal (DF). No Paraná, uma vítima registrou uma ocorrência de violação sexual, no entanto o caso foi arquivado.

No DF, o suspeito tem sentença condenatória por violação sexual mediante fraude, após a denúncia de uma mulher que relatou o mesmo modus operandi de falar e agir que vítimas goianas informaram.


As autoridades estão divulgando a imagem do suspeito conforme a Portaria da Polícia Civil de Goiás nº 547/2021 e Lei 13.869, para que outras possíveis vítimas denunciem o outros acontecimentos à polícia.

Leia também:

Comentários