Cidades

Pai de bebê arremessado do carro durante capotamento confessou ter bebido 'cachaça'

De acordo com a delegada, ele confirmou que havia ingerido cachaça pela manhã e apresentava sinais de embriaguez

diario da manha

Segundo a delegada Marisleide Santos, o pai do bebê que foi arremessado do carro da família durante capotamento na última quarta-feira, 1º, confessou à polícia que bebeu “cachaça” antes de dirigir. O acidente aconteceu na Avenida Brasil, em Anápolis, a 55 km de Goiânia.

“Confirmou que havia ingerido cachaça pela manhã, mas apresentava sinais evidentes de estar embriagado, segundo testemunhas”, disse a delegada.

A criança foi levada para um hospital de Goiânia. De acordo com o boletim médico da quinta-feira, 02, ela estava com o quadro geral regular, consciente e respirando espontaneamente.

O pai, que não teve o nome divulgado, também se feriu no acidente e foi socorrido, depois ele foi levado ao presídio.

No carro ainda estavam a mãe e uma irmã da criança. Elas usavam cinto de segurança e não se feriram. O bebê estava no bebê-conforto, mas sem o cinto preso à cadeirinha.

De acordo com o sargento da Polícia Militar, Flávio Colombo, a criança estava com sangramento na boca, um corte na testa, desmaiando e com dificuldade de respirar.

“O veículo veio em alta velocidade, tentou fazer a curva e não conseguiu”, disse o sargento.

Uma câmera de segurança flagrou o acidente. O carro ia fazer uma conversão para entrar em outra avenida, mas entra em alta velocidade e capota três vezes até parar. O bebê é arremessado para fora do veículo e um pedestre que quase foi atingido corre para socorrer a criança. Veja o vídeo:

Leia também:

Comentários