Cidades

Empresária fica cega após cirurgia nas pálpebras

A Delegacia de Polícia de Minaçu investiga o caso

diario da manha

A empresária Alessandra Veiga Lobo Collichio Ferreira, de 49 anos, ficou cega de um olho após passar por uma cirurgia plástica para diminuir a pálpebra, em junho deste ano, em Minaçu (GO).

A Delegacia de Polícia (DP) de Minaçu investiga o crime de lesão corporal grave praticado supostamente por três médicos. Segundo Alessandra, não foram realizados procedimentos pré-operatórios e após a cirurgia ela sentiu dormência, dor e espasmos no olho. Ao alertar os médicos, eles disseram ser reação normal e ela acabou perdendo a visão.

O delegado responsável pela investigação, Jarder Vieira, disse que aguarda os laudos periciais para concluir a investigação. “Já ouvimos todos os envolvidos – os três médicos, a vítima e o marido dela. Também oficiamos os hospitais, requeremos prontuários e medicamentos receitados e procedimentos realizados. A perícia é fundamental para verificar a materialidade do possível erro médico”, afirma.

Leia também:

Comentários