Cidades

Justiça mantém condenação de homem que xingou passageiro de ônibus no DF

O homem foi condenado a 1 ano, 5 meses e 15 dias de reclusão, em regime semiaberto

diario da manha
Gabriel Jabur/Agência Brasília

Um homem de 40 anos, foi condenado pela 3ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF), após xingar e ameaçar passageiros negros dentro de um ônibus. O caso aconteceu em julho desse ano, enquanto o veículo fazia a linha Sobradinho/Plano Piloto. O acusado fez ameaças com faca e gritou durante todo o trajeto.

A decisão foi divulgada nesta segunda-feira, 4, e cabe recurso. Após as agressões, o motorista do ônibus desviou o trajeto e dirigiu até a 2ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte. Segundo o processo o homem teria ficado irritado com a atitude do motorista e ameaçou matar todos os passageiros presentes no veículo.

Testemunhas relataram que o homem dizia: “Odeio negros. Esses pretos são tudo estupradores e bandidos! Vocês são uns passa fome que vinham da África para tirar os empregos dos brancos que tem que sustentar vocês! Eu já matei muitos negros, pois negros são para matar, negro é vagabundo e índio é vagabundo também, não trabalham e se fazem de vítimas, negro também é preguiçoso e criminoso”.

No ônibus havia pessoas negras, entre elas, um casal de Guiné Bissau, país da costa ocidental da África, que foi agredido verbalmente, eles foram chamados de “lixo”, “pretos safados” e “negro vagabundo”. O homem ainda chamou os passageiros de “bando de desgraçados”.

A defesa do acusado pediu absolvição pelo crime de ameaça, por falta de provas e também absolvição do crime de injúria racial.

A decisão da 3ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios foi unânime em manter a condenação em primeira instância. O homem foi condenado a 1 ano, 5 meses e 15 dias de reclusão, em regime semiaberto, além de multa pelo crime de injúria racial; e a 2 meses e 10 dias de detenção pelo crime de ameaça.

Leia Também:

Comentários