Cidades

PL para auxílio-aluguel às vítimas de violência doméstica passará pela segunda votação na Câmara

A expectativa é de que o Projeto seja aprovado durante a sessão

diario da manha
Foto: Reprodução

O Projeto de Lei n° 48, de 23 de março de 2021, da vereadora Sabrina Garcez (PSD) que visa oferecer auxílio-aluguel às vítimas de violência doméstica e familiar, passará pela segunda votação nesta terça-feira, 01, no plenário da Câmara Municipal de Goiânia.

De acordo com Sabrina, a expectativa é de que o Projeto seja aprovado pelos colegas durante a sessão. “O auxílio será concedido às mulheres que não possuem renda familiar mensal total de três salários mínimos. O suporte previsto por 12 meses poderá ainda ser prorrogado, se necessário”, explica. 

Conforme a vereadora, um fator determinante para a criação do Projeto de Lei foi a divulgação do relatório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre o cenário de violência em Goiânia em 2019. Conforme exposto pelo relatório 70% das vítimas são mulheres, das quais a maioria são adultas entre 20 e 59 anos, seguidas das adolescentes de 10 a 19 anos.

Em termos estatísticos a maior parte das violências ocorrem dentro de casa, sendo elas 88,1% com crianças, 76,9% com adolescentes, 73,8% adultas e 88,7% com idosas. 

“A maioria dos casos de violência ocorrem dentro do lar das vítimas, muitas mulheres acabam abandonando o próprio lar para não sofrer mais violência. Ou pior, muitas permanecem no ambiente que a violenta por não dispor de outro lugar que possa fugir e, evidentemente, morar. Essas vítimas não  recebem ajuda, muito menos tem condições financeiras para se mudarem. Na maioria das vezes dependem financeiramente de quem as violenta”, pontua Sabrina.

Leia também:

Comentários