Cidades

Prefeito de Silvânia é alvo de operação

Segundo as investigações, o Prefeito com a ajuda de Secretários e a Presidente da Comissão, fraudaram o processo licitatório que culminou na contratação da empresa para execução dos serviços de tapa-buracos na cidade

diario da manha
Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Silvânia, deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 9, a Operação Apáte. Segundo as investigações, o Prefeito de Silvânia, Dr. Geraldo, com a ajuda de Secretários e a Presidente da Comissão, fraudaram o processo licitatório que culminou na contratação da empresa para execução dos serviços de tapa-buracos na cidade.

No total, estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, bloqueio de bens e valores dos investigados, além de outras medidas judiciais.

A investigação é realizada pela Delegacia de Silvânia, com a coordenação da Delegacia Estadual de Repressão A Crimes Contra A Administração Pública  (Dercap).

Em nota, a prefeitura de Silvânia informou que nenhum servidor municipal foi afastado e o prefeito Dr. Geraldo segue no exercício de suas
funções. Confira a nota na íntegra:

O prefeito Dr. Geraldo está reunido com sua assessoria jurídica avaliando a operação de busca e apreensão promovida pela Polícia Civil junto à Prefeitura de Silvânia em razão do inquérito policial que investiga o contrato da “operação tapa buracos”.
Em breve será emitida uma Nota Oficial de Esclarecimento do prefeito Dr. Geraldo a respeito
dos fatos.
Em tempo, o prefeito Dr. Geraldo tranquiliza a comunidade e os servidores municipais, informando que as atividades da Administração Municipal estão sendo retomadas dentro da normalidade, após conclusão dos procedimentos policiais que transcorreram sem incidentes.
Nenhum servidor municipal foi afastado e o prefeito Dr. Geraldo segue no exercício de suas
funções.

Comentários