Cidades

Inauguração de Cmei termina com confusão e agressão ao Prefeito Rogério Cruz

O prefeito conversava com manifestantes quando confusão começou

diario da manha

O Sindicado Municipal dos Servidores da Educação (Simsed) informou que dois professores foram detidos nesta quinta-feira, 31, durante um protesto de servidores da educação que aconteceu durante a inauguração de um Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) na Vila Areião. Veja abaixo:

A confusão começou enquanto o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) conversava com manifestantes. Os servidores detidos foram levados para a Central de Flagrantes.

Em nota, a prefeitura disse que tenta identificar os agressores e “espera não se tratar de professores, cuja missão é atuar na transformação da sociedade pela educação, pelo exemplo, e pela defesa de uma sociedade consubstanciada na cultura da paz”. Confira a nota na íntegra:

A Prefeitura de Goiânia lamenta, profundamente, as cenas de desrespeito e violência promovidas por alguns manifestantes nesta quinta-feira (31/03), durante a inauguração do Cmei Vila Areião.

A Prefeitura de Goiânia trabalha para identificar os agressores e espera não se tratar de professores, cuja missão é atuar na transformação da sociedade pela educação, pelo exemplo, e pela defesa de uma sociedade consubstanciada na cultura da paz.

Durante as duas horas de evento, houve livre manifestação na rua. Na saída, o prefeito Rogério Cruz parou para conversar com uma professora, quando foi atacado por dois agressores, que atentaram contra a sua integridade física.

Enquanto um deles fazia ameaças, outro subiu no carro oficial e danificou o veículo — que está sendo deslocado para a Central de Flagrantes. Agentes da segurança pessoal do prefeito foram agredidos.

Para conter os manifestantes e garantir a segurança do prefeito, agentes da Guarda Civil Metropolitana intervieram, com uso progressivo da força, para desobstruir a passagem do veículo.

Dois homens foram detidos pela Guarda Civil Metropolitana e levados à Central de Flagrantes para os devidos registros de ocorrência.

Leia também:

Comentários