Cidades

Justiça condena jovem que matou criança e torturou irmãos dela

Conforme a polícia, o crime ocorreu porque as crianças pediram comida a vizinhos

diario da manha
Foto: Foto: Divulgação/Polícia Militar

Bruno Diocleciano da Silva, de 21 anos, foi condenado a 49 anos de prisão por matar uma criança de 6 anos e torturar os três irmãos dela, de 8, 4 e 1 ano, em Planaltina de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Conforme a polícia, o crime ocorreu porque as crianças pediram comida a vizinhos.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), o réu está preso desde o dia do crime que aconteceu em maio de 2019. Ele foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e condenado pelos crimes de homicídio qualificado, tortura e corrupção de menores na terça-feira, 22, pelo juiz Fernando Oliveira Samuel.

Segundo as investigações, Bruno espancou a menina até a morte e usou uma corda para torturar os irmãos dela. Ele era namorado da tia das crianças, de 17 anos, que estava com a guarda dos menores porque os pais deles estavam presos no DF.

O MP informou que no dia anterior ao crime, o casal saiu de casa e deixou as crianças sozinhas e trancadas. Quando voltaram souberam que elas haviam pedido comida aos vizinhos e os espancaram com uma corda.

A menina tentou fugir, mas foi arrastada de volta para casa e agredida novamente, juntamente com os irmãos. Ela dormiu no chão do quintal, acordou fraca e reclamando de fortes dores no peito e no abdômen.

O casal não quis levá-la ao hospital, chamaram o Corpo de Bombeiros, mas a menina não resistiu. O Conselho Tutelar esteve no local e encaminhou as outras crianças ao hospital.

Com informações do G1

Leia também:

Comentários