Cidades

Homem mata duas pessoas e outras duas foram baleadas

O crime aconteceu em Ipameri e o suspeito que estava foragido foi preso em Luziânia

diario da manha

Após matar duas pessoas e balear outras duas, em Ipameri, Maxwell Pereira Vaz, de 27 anos, estava sendo procurado pela polícia por cometer homicídio e acabou sendo preso, em Luziânia, no entorno do Distrito Federal.

O suspeito estava escondido no setor Parque Alvorada, na casa de parentes e amigos, os policiais militares do CPE de Luziânia ficaram sabendo do paradeiro de Maxwell que ainda tentou fugir após o cerco realizado pela polícia, portanto os mesmos já estavam preparados para prendê-lo.

Segundo o Tenente da Polícia Militar de Luziânia, em entrevista ao DF Alerta

“O motivo do crime foi fútil, ele alega que tinha desavenças com uma das vítimas que estava na festa”.

O homem ainda deu entrevista ao DF Alerta assumindo o crime e explicando o motivo dele ter tomado tal atitude

“Eu cometi um homicídio em Ipameri por conta do rapaz que estava mexendo comigo e com minha esposa, não estava gostando da atitude, ele já estava pagando muito de bravo e antes disso ele já tinha procurado briga com outras pessoas. Estava lá na minha e minha esposa pediu para eu sair e esse rapaz veio pagar de bravo, passando dando um ombrada em mim e querendo puxar o cabelo da minha mulher, ai por conta da cachaça, eu vi um rapaz lá muito mais bêbado e já peguei o revólver dele que estava na cintura e dei um disparo na cabeça do rapaz, mas não era para ter atingido ele e somente o outro”.

O criminoso entregou a arma que utilizou no crime e além disso, os policiais encontraram um motor de barco que havia sido furtado e tudo foi levado para a Central de Flagrantes e depois Maxwell será encaminhado para Ipameri, onde responderá pelos crimes cometidos.

Comentários