Cidades

Suspeito de agredir companheira e expulsá-la da própria casa é preso

Conforme a corporação, a mulher compareceu à Deam, apresentando um corte no braço, e relatou que havia dormido com seu filho na rua

diario da manha
Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Goiás, por meio da equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) prendeu em flagrante, na segunda-feira, 11, um suspeito de lesão corporal, ameaça, dano, violação de domicílio e violência psicológica, em contexto de violência doméstica e familiar contra a companheira em Valparaiso de Goiás.

“A vítima conviveu com o autor por dois anos e relatou que há cerca de um ano o relacionamento começou a ficar conturbado, com muitos episódios de brigas, xingamentos, ameaças, especialmente em razão do elevado consumo de álcool pelo autor”, afirma a polícia.

Conforme a corporação, a mulher compareceu à Deam, apresentando um corte no braço, e relatou que havia dormido com seu filho na rua, depois de ambos serem ameaçados pelo autor, o qual, embriagado, disse que os mataria com uma tijolada e que ficaria na casa, de propriedade da vítima há mais de 15 anos.

“Diante da notícia-crime, os policiais da Deam foram até a casa da vítima, onde prenderam o autor em flagrante. No local, verificaram vidros de janelas quebrados, alguns equipamentos eletrônicos com os cabos cortados, além de alguns tijolos e muitas latas de cerveja e garrafas de cachaça no quarto e no banheiro”, afirma a corporação.

Segundo a polícia, ao ser interrogado, o autor fez uso do seu direito ao silêncio. O suspeito foi levado ao presídio municipal, onde se encontra à disposição da Justiça.

“A prisão em flagrante foi comunicada ao Judiciário. A autoridade policial requereu a conversão da prisão em flagrante em preventiva, especialmente para garantir a integridade física e psicológica da vítima. Além disso, foram requeridas medidas protetivas de urgência”, informou a corporação.

Leia também:

Comentários