Cidades

YouTube suspende canal da Câmara de Goiânia

De acordo com a plataforma, foram divulgadas informações falsas sobre assuntos médicos durante transmissões de sessões

diario da manha
Foto: Pixabay

O YouTube suspendeu na segunda-feira, 25, o canal da Câmara Municipal de Goiânia por sete dias. De acordo com a plataforma, foram divulgadas informações falsas sobre assuntos médicos durante transmissões de sessões.

Conforme o YouTube houve descumprimento de normas da plataforma. O canal segue no ar, mas a Câmara não pode fazer nenhuma transmissão pelo período de sete dias. A Câmara está tomando providências necessárias para resolver a situação e durante o período de suspensão do canal, as sessões serão transmitidas no canal Escola do Legislativo, também no YouTube.

Foram feitas duas citações de conteúdos. A primeira, no dia 31 de agosto em uma sessão plenária. A segunda é referente a uma audiência pública na tarde do dia 17 de setembro. Pela agenda de eventos da Câmara, no horário foi realizado um evento com o nome “Passaporte sanitário: efeitos colaterais da vacina/Covid-19”.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da plataforma para saber como é feita a verificação dos conteúdos e o que pode acontecer caso sejam feitas novas denúncias de informações falsa, mas não teve retorno até a última atualização dessa reportagem.

Segundo a Câmara, os conteúdos considerados impróprios são apresentados de forma genérica. Com isso, não é possível saber com exatidão que declarações foram denunciadas e nem quem é a pessoa que disse a informação apontada como inverídica.

Com informações do G1

Leia também:

Comentários