Cidades

Suspeito de participar de assassinato de dois advogados é julgado nesta terça

Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47 anos, foram mortos a tiros por dois homens que se passaram por clientes e aparentam um assalto

diario da manha
Foto: Reprodução

Acontece nesta terça-feira, 17, o julgamento de Pedro Henrique Martins Soares, um dos suspeitos de participação no assassinato de dois advogados em um escritório, no dia 28 de outubro de 2020, em Goiânia.

Os dois advogados, Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47 anos, foram mortos a tiros por dois homens que se passaram por clientes e aparentam um assalto.

Pedro Henrique e o comparsa teriam se hospedado em um hotel no centro de Goiânia três dias antes do crime. Durante as apurações, os policiais foram até o local e fizeram uma checagem, tentando localizar mais provas do duplo homicídio.

Conforme o depoimento de uma funcionária, um homem tinha tentado marcar um horário com um dos advogados dias antes, mas não havia disponibilidade na agenda. No dia do atentado, um homem se identificando com o mesmo nome da pessoa que fez a ligação anteriormente foi até o escritório acompanhado de outra pessoa. Eles esperaram para serem atendidos.

Uma força- tarefa composta de cinco delegados e 30 policiais civis foi criada para elucidar o crime. Uma moto que teria sido usada pelos criminosos para a fuga foi apreendida.

Acompanhe o julgamento aqui

Leia também:

Comentários