Cidades

Vereadora é suspeita de chamar professoras que pediram aumento de ‘prostitutas’ e ‘analfabetas’

Em nota, a Câmara Municipal de Santa Terezinha disse que não compactua com as palavras da parlamentar e que vai apurar o caso

diario da manha
Foto: Reprodução

Um áudio da vereadora Maria Aparecida da Silva (PDT), de Santa Terezinha de Goiás chamando professoras que pediram aumento de salário de “prostitutas, analfabetas” viralizou na cidade. Ouça abaixo:

“Se essas prostitutas, analfabetas da educação falarem de mim, você se lembra daquele projeto há 5 anos que o Marcos mandou dando só 2% e eu mesma peguei o projeto e levei, e você falou: ‘Tita, você tem muita coragem coragem!’. Levei e ele chegou a 13%. Hoje foi o inverso, elas dizem que eu estou contra elas, mas não, toda vida eu estive do lado, protegendo”, disse a parlamentar.

Em nota, a Câmara Municipal de Santa Terezinha disse que não compactua com as palavras da parlamentar e que vai apurar o caso.

O sindicato dos servidores públicos municipais de Santa Terezinha de Goiás publicou nota de repúdio às declarações da vereadora.

“Os profissionais estão trabalhando, se profissionalizando, se reinventando, usando os próprios recursos tecnológicos para garantir a qualidade dos serviços prestados”, diz a nota.

A reportagem tentou falar com a vereadora, mas não obteve retorno.

Com informações do G1

Comentários