Cidades

Casal é preso suspeito de estelionato “eletrônico”

Caso condenados, poderão pegar penas de até 11 anos de reclusão

diario da manha
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), prendeu em flagrante na tarde de segunda-feira, 06, um casal suspeito de estelionato “eletrônico” contra uma pessoa que mora em Curitiba (PR).

De acordo com a polícia, na ocasião, a vítima afirmou ter transferido mais de R$ 2 mil para a conta de uma pessoa, acreditando ter feito tal transação bancária a pedido do filho.

“Não satisfeitos, os criminosos ainda solicitaram a transferência de mais R$ 4.900,00, momento no qual a vítima percebeu tratar-se de um golpe”, afirma a polícia.

Conforme a corporação, os agentes identificaram e localizaram os donos das contas bancárias informadas para o recebimento dos produtos dos crimes que foram presos em Aparecida de Goiânia.

Eles foram autuados pela prática dos crimes de estelionato na modalidade eletrônica e associação criminosa. Caso condenados, poderão pegar penas de até 11 anos de reclusão.

“As investigações prosseguirão para identificação dos demais comparsas do grupo criminoso, afirma a polícia.

Leia também:

Comentários