Cidades

Homem é preso após se negar a ser atendido por garçonete negra

“No momento em que eu fui levar a cerveja, ele olhou para mim e disse: ‘eu não quero ser atendido por você, sua preta feia", afirma a vítima

diario da manha

Um homem foi preso por injúria racial e racismo após se negar a ser atendido pela garçonete Daiane Pereira dos Santos, que é negra e trabalha em um comércio de Goianésia.

“No momento em que eu fui levar a cerveja, ele olhou para mim e disse: ‘eu não quero ser atendido por você, sua preta feia. Eu quero meu dinheiro de volta’. Depois ele falou para a gerente: ‘não quero ser atendido por ela nem por preto nenhum’. Só quem passa mesmo para saber a dor”, afirma a garçonete.

O nome do suspeito não foi divulgado pela polícia.

Com informações do G1

Leia também:

Comentários