Cidades

Secretário de Saúde diz que controla fila de quem faz cirurgia na rede pública

Uma servidora pública que discorda da forma como a escolha dos pacientes é feita realizou a gravação

diario da manha
Foto: Reprodução

Um áudio em que secretário de Saúde de Luziânia, Divonei Oliveira de Sousa, diz que é ele quem decide a ordem da fila de cirurgias do município, está sendo apurado pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). Ouça abaixo:

“Se tem dez cirurgias de vesícula, eu faço oito e duas eu faço de acordo com o processo. Isso faz parte do jogo”, disse, em um trecho do áudio.

Uma servidora pública que discorda da forma como a escolha dos pacientes é feita realizou a gravação.

“Vamos deixar o MP investigar. Não fizemos nada fora daquilo que preconiza o SUS [Sistema Único de Saúde]”, disse o secretário de Saúde do município.

A 6ª Promotoria de Justiça de Luziânia disse na segunda-feira, 30, que já tem ciência dos fatos e que adotará as providências cabíveis, que serão definidas pelo promotor de Justiça. “Neste momento, não é possível adiantar posicionamentos”, descreveu a nota.

De acordo com o advogado da servidora pública que gravou o áudio, a cliente passou a sofrer retaliações por discordar das ordens do secretário e da diretora do hospital.

A Prefeitura de Luziânia disse que segue rigorosamente o critério de regulação do SUS nos atendimentos do município e que vai ser instaurada uma sindicância para apurar a existência de alguma irregularidade para, assim, tomar as providências cabíveis.

Com informações do G1

Leia também:

Comentários