Ciência

Segundo “Relógio do Juízo Final”, faltam 2 minutos para o apocalipse

diario da manha
Foto/Reprodução/Internet

O ponteiro do “Relógio do Juízo Final” foi ajustado para 23h58 pelo Comitê do Boletim de Cientistas Atômicos (CBCA), um grupo de cientistas dos Estados Unidos. O gesto foi para mostrar que pode acontecer a destruição total da humanidade.

O anúncio foi feito pela diretora do CBCA, Rachel Bronson, nesta quinta-feira (25/01), em Washington. Esse grupo é formado por líderes e cientistas que estudam os perigos das ameaças nucleares, das armas de destruição em massa, da mudança climática e das armas biológicas.

O mesmo Comitê criou o “Relógio do Juízo Final” em 1947. Esse símbolo apocalíptico nasceu no contexto da corrida nucelar que se materializou em agosto de 1945 com as bombas lançadas pelos EUA sobre as cidades Hiroshima e Nagasaki, no Japão.

Normalmente os ponteiros do relógio eram ajustados em minutos completos, mas em 2017 após Trump ser eleito presidente dos Estados Unidos, o relógio foi acertado em 30 segundos, marcando então dois minutos e meio para meia-noite.

Segundo o comitê, o final do mundo está cada vez mais perto por causa do fracasso de Donald Trump e outros líderes mundiais em alcançar um acordo sobre temas cruciais como a mudança climática e a proliferação nuclear.

Comentários

Mais de Ciência

11 de março de 2019 as 11:34

Caroços siameses

28 de fevereiro de 2019 as 11:54

Homo intergalacticus

20 de janeiro de 2019 as 22:09

Acompanhe o eclipse lunar, o último de 2019

4 de junho de 2018 as 18:09

Junho terá sete eventos astronômicos