Coronavírus

Em entrevista ao "Roda Viva" biólogo diz que Covid-19 mata mais que Sars e H1N1

Para ele, isso ocorre por ser uma nova infecção, portanto desconhecida pelo sistema imunológico humano

diario da manha
Biólogo e pesquisador Atila Iamarino - Foto: Reprodução

O site UOL repercutiu a entrevista do biólogo e pesquisador Atila Iamarino, que ocorreu na noite desta segunda-feira (30) no programa “Roda Viva”, da TV Cultura. O convidado falou sobre a pandemia do novo coronavírus.

Durante o programa de entrevistas ele explicou que por ser uma nova infecção, portanto desconhecida pelo sistema imunológico humano, a Covid-19 mata muito mais do que a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e o H1N1.

Segundo a publicação, o biólogo considerou que a Covid-19 mata de dez a vinte vezes mais que o vírus da gripe comum e hospitaliza de dez a vinte vezes mais que a gripe comum.

De acordo com ele, por poder transmitir para duas a três pessoas logo em seguida, “isso é mais viral que memes na internet”, conforme o site.

Ainda segundo o convidado apontou, o mundo está passando por essa situação com o coronavírus por menosprezar medidas da China. O país adotou ações rígidas de confinamento pouco após o surto na província de Wuhan.

O programa “Roda Vida” é transmitido pela TV Cultura todas as segundas ás 22h ao vivo e em horário alternativo às 01h30 de sábado para domingo. A entrevista completa de Atila Iamarino está disponível no canal oficial do talk show no YouTube:

Comentários