Coronavírus

OMS pede para não diminuir isolamento social

Segundo organização, as medidas para conter a propagação do novo coronavírus não devem ser flexibilizadas

diario da manha
Foto: Reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta quarta-feira (8) que ainda não é o momento para diminuir o isolamento social. As medidas para conter a propagação do novo coronavírus não devem ser flexibilizadas. As informações são do site Valor Investe.

Conforme a publicação, o diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, disse em entrevista, que os países europeus devem dobrar ou triplicar os esforços contra a pandemia, mesmo com sinais positivos em alguns deles. Segundo Kluge, ainda “há um longo caminho pela frente”.

De acordo com a atualização divulgada nesta terça-feira (7) pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 667 vítimas fatais por Covid-19. Segundo o portal Valor Investe, o número representa um aumento de 20% em relação ao balanço de segunda-feira, quando foram registradas 553 mortes.

No entanto, conforme os dados do ministério, cerca de 173 pessoas que estavam internadas com a doença tiveram alta do leito ou da Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) nas últimas 24 horas. A matéria aponta ainda que gestores do departamento superior pretendem passar a divulgar o número dos pacientes recuperados.

Já nos Estados Unidos o número de casos confirmados de pessoas com Covid-19 chegou, nesta quarta-feira (8), a 480.081 casos, segundo dados da rede de notícias NBC. O país soma 12.834 mortes.

Comentários