Coronavírus

Vacina oral contra a Covid-19 desenvolvida por cientistas em Israel deve ser testada em junho

Pesquisa foi financiada pelo governo israelita.

Uma equipe de cientistas em Israel está desenvolvendo uma vacina oral contra a Covid-19. Segundo informações da Agência Estadão, repercutidas pelo jornal O Popular, eles afirmam que nos próximos dias serão capazes de produzir um componente ativo para a droga.

Conforme a publicação, os cientistas estão há quatro anos desenvolvendo uma vacina para o vírus da Bronquite Infecciosa das Galinhas (BIG). A vacina contra o novo coronavírus seria uma adaptação dessa primeira pesquisa.

O chefe da equipe, Dr. Chen Katz, explicou ao jornal The Jerusalem Post, como os ajustes genéticos permitiram o uso da substância em humanos.

“A estrutura científica da vacina é baseada em um novo vetor de expressão proteica que forma e secreta uma proteína solúvel quimérica, a qual entrega o antígeno viral nos tecidos da musosa por endocitose auto-ativada, fazendo com que o corpo forme anticorpo contra o vírus.”

A matéria informa ainda que a pesquisa foi financiada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia de Israel. Ela mostrou que o vírus encontrado nas galinhas tem semelhanças com a forma da Covid-19 que afeta humanos, compartilhando o mesmo mecanismo de infecção.

A divulgação afirma que a vacina está nos estágios finais. Assim como Katz relatou ao Jerusalém Post, a pretensão é que os testes sejam realizados em humanos em 1º de junho.

Comentários