Cidades

Mulher com Covid-19 consegue vaga de UTI após quatro dias de espera

Marineide Cardoso da Silva Vidigal, 48, deve ser transferida para o Hospital de Campanha de Goiânia nesta quarta-feira (24), segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Senador Canedo

diario da manha
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Após aguardar quatro dias por uma vaga de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para tratar a Covid-19 a dona de casa Marineide Cardoso da Silva Vidigal, 48, deve ser transferida para o Hospital de Campanha de Goiânia nesta quarta-feira (24), segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Senador Canedo. Ela ficou internada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade por cinco dias. As informações são do G1.

“Ela não consegue respirar sem a ajuda do oxigênio. Ela já está com o pulmão totalmente comprometido pela infecção, pela infiltração que teve”, disse o filho dela, o bombeiro civil Wallison Vidigal, ao site.

Conforme a publicação, Wallison apontou que apesar da mãe apresentar sintomas da doença desde o dia 11 de junho, foi somente no dia 19 que o quadro ficou mais complicado. Dessa forma, a família precisou levar Marineide para a UPA.

Segundo a reportagem, ele testou negativo para a doença. No entanto, os testes do pai e do irmão dele não haviam saído até o final da manhã de hoje.

De acordo com a matéria, a SMS de Senador Canedo explicou que no dia 19 Marineide deu entrada na UPA. Ela realizou o exame para confirmar o diagnóstico de infecção, que saiu no dia seguinte. Nesse dia também foi inserida na Regulação do estado, conforme a SMS pontuou à reportagem.

Comentários