Coronavírus

Coronavírus: Mulher de 102 anos usa traje de proteção para ir votar nos EUA

A norte-americana Beatrice de 102 anos, nunca perdeu ao menos uma votação na sua longa trajetória de vida

diario da manha

A norte-americana Beatrice Lumpkin, de 102 anos, nunca perdeu ao menos uma votação na sua longa trajetória de vida. E não seria o novo coronavírus que a impediria de votar este ano.

A centenária depositou sua cédula eleitoral via correio, usando luvas e um traje de proteção para ter mais segurança em tempos de pandemia.

Com sua idade avançada ela faz parte do grupo de risco do vírus, o neto de Beatrice desenvolveu o traje que é branco e cor-de-rosa especialmente para que a avó pudesse deixar o voto dela pessoalmente.

Uma foto do momento peculiar no qual ela veste o equipamento em frente à sua caixa de correio foi compartilhada pela CTU (Chicago Teachers Union ou Sindicato de Professores de Chicago), do qual a ex-professora de matemática faz parte. “Se Bea pode fazer isso, qualquer um pode fazer. Vote!”, diz a legenda.

Em segundo lugar, a idosa justificou sua determinação dizendo que esta eleição seria a mais importante da vida dela. O motivo: “o próprio futuro da democracia” estaria “em jogo”,

De acordo com a mulher, que começou a votar há 80 anos. A primeira vez foi nas eleições de 1940, ano em que ajudou a reeleger Franklin Delano Roosevelt, presidente dos Estados Unidos, na época.

Comentários