Coronavírus

150 milhões de brasileiros devem ser imunizados até o final de 2021 segundo Mourão

Declaração foi feita durante um evento em comemoração aos 126 anos da Associação Comercial de São Paulo

diario da manha
Foto: Reprodução/G1

Nesta segunda-feira (7), durante uma entrevista na Associação Comercial de São Paulo, Hamilton Mourão, vice-presidente da República afirmou que espera que até o fim do próximo ano, aproximadamente 150 milhões de pessoas no Brasil sejam imunizados contra a Covid-19.

Apesar da declaração, Mourão não mencionou qual vacina será utilizada ou deu detalhes sobre o plano de imunização. Por sua vez, o Ministério da Saúde estima é que a vacinação ocorra em duas doses. Esse esquema está previsto pelos imunizantes já garantidos pela pasta, da Fiocruz/AstraZeneca e Covax Facility.

Na ocasião, o vice-presidente disse que em breve todos voltariam a se reunir como antes porque o governo iria disponibilizar a vacina em todo território nacional. “Esperamos até o final de 2021 termos em torno de 150 milhões de brasileiros vacinados, que é um número extremamente significativo e, consequentemente, termos a capacidade de retomar a normalidade nas nossas vidas”, disse.

Ainda de acordo com Mourão, o governo agiu de “forma eficiente” durante a pandemia, evitando o colapso do sistema através do repasse de recursos aos estados e municípios, além da distribuição de profissionais da saúde e as compras necessárias.

Divergências

Anteriormente, o Ministério da Saúde divulgou uma estratégia “preliminar” para a vacinação da população brasileira contra a Covid-19. Na sugestão, o processo era divido em quatro etapas, cada uma com uma parcela da população, com prioridade para os trabalhadores da saúde, idosos e para a população indígena.

Já na previsão de Mourão, o número é superior aos 109,5 milhões de previsto pelo Ministério da Saúde em 1º de dezembro. O vice-presidente não explicou a divergência.

*Com informações do G1.

Comentários