Coronavírus

Instituto Butantan planeja comercializar excedente da Coronavac à Argentina

O diretor do Butantan, Dimas Covas, negocia a venda de 10 milhões de doses à Argentina

diario da manha

Além dos vizinhos Peru, Bolívia e Colômbia terem manifestado interesse na aquisição da Coronavac, o Instituto Butantan agora negocia 10 milhões de doses com a Argentina.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, negocia a venda à Argentina do excedente das doses que o Ministério da Saúde for adquirir, segundo a Folha de S.Paulo. Pazuello anunciou, ainda em outubro, em reunião com 24 governadores das unidades da Federação, a intenção de adquirir 46 milhões de doses da vacina chinesa.

“A negociação [com a Argentina] é com vacinas adicionais à de um possível acordo com o ministério”, afirma Covas. A previsão é de que o Butantan feche em breve a venda de 10 milhões de doses da Coronavac para a Argentina, sendo 1 milhão para entrega em janeiro.

*Com informações do site Metrópoles

Comentários