Coronavírus

Pandemia ameaça manter milhões de brasileiros na pobreza até 2030

A ONU já estimava que 5,1 milhões de brasileiros vivam na pobreza extrema em todo Brasil, o ano de 2021 começará com 7,9 milhões de brasileiros nestas condições.

diario da manha

O mundo pode superar a marca de 1 bilhão de pessoas vivendo em extrema pobreza até 2030, no Brasil os números podem terminar a década longe da realidade que existia no país antes da eclosão da crise sanitária, isso tudo por causa da pandemia da covid-19.

                                 Extrema pobreza atinge 1,2 milhão de pernambucanos, maior nível em oito anos, segundo a Síntese de Indicadores Sociais 2020 divulgada pelo IBGE. Recife é a capital mais desigual do País                              -                                 FILIPE JORDãO/JC IMAGEM

Nesta quinta-feira (3) foi divulgados dados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), os governos fizeram uma reunião para lidar com a crise. O levantamento que foi feito releva a ação para resgatar milhões de pessoas. A covid-19 irá causa um efeito muito grande pelo mundo.

A ONU já estimava que 5,1 milhões de brasileiros vivam na pobreza extrema em todo Brasil, o ano de 2021 começará com 7,9 milhões de brasileiros nestas condições.

A economia Brasileira e a falta de programas sociais podem fazer com que essa realidade permaneça por anos. O país verá um aumento no número de pobres. Se não existisse a covid-19 a estimativa seria que o Brasil teria reduzido seu número de pobreza extrema para 3,6 milhões de pessoas em 2030.

*Informações do UOL.

Comentários