Coronavírus

Após tomar primeira dose da vacina, aposentado morre por Covid-19, em Goiânia

A irmã do aposentado, Odenice Maria Flores, de 71 anos, disse que o irmão já tinha tomado a primeira dose da vacina e estava prestes a tomar a segunda dose, quando foi contaminado pela a Covid-19

diario da manha

O aposentado Otalécio Oliveira Flores, de 85 anos já tinha tomado a primeira dose da vacina, mas morreu na última quarta-feira (24), após ser infectado pelo vírus e ficar uma semana internado, em Goiânia.

Por conta da pandemia, o enterro só aconteceu às 18h do dia seguinte. Antes do enterro, a irmã Odenice se vacinou, na escola municipal Lions, em Goiânia.

A também aposentada Odenice, irmã de Otalécio, não conteve as lágrimas ao receber a primeira dose contra a Covid-19 na última quinta-feira (25), em Goiânia. O motivo do choro é a morte do irmão por conta da doença.

No instante em que recebia a vacina, Odenice disse o quanto estava triste. ” eu tô muito triste eu acabei de perder meu irmão para essa doença”, disse a aposentada.

“Foi muito rápido. Um semana. Ele tinha tomado a primeira dose e estava prestes a tomar a segunda. Estou desolada. Super triste. Era meu melhor amigo”, disse.

A filha de Odenice, a contadora Luciana Flores, conta que o tio já tinha tomado a primeira dose da vacina e estava prestes a receber a segunda, quando foi contaminado.

” Ele ia tomar a segunda dose agora, e aí ele pegou a Covid. A filha dele que anda de ônibus, mesmo com todo cuidado, acabou pegando a doença. Ele começou com febre e até que três dias depois, ficou com falta de ar e precisou ser internado”, contou.

No dia em que passou mal, Otalécio foi para um posto de saúde e, como não tinha vaga de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele ficou três dias na enfermaria, até que surgiu uma vaga no hospital de Campanha (Hcamp) de Goiânia.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Comentários