Coronavírus

Saúde fecha acordo para comprar vacina da Moderna

Em reunião, a pasta e o laboratório conversaram na manhã desta sexta-feira (5) para aquisição de doses da vacina. Contrato ainda não foi assinado

diario da manha
Foto: REUTERS/Eduardo Munoz/File Photo

O Ministério da Saúde confirmou que fechou um acordo com  representantes da farmacêutica Moderna na manhã desta sexta-feira (5) para a compra de doses da vacina contra a Covid-19. A informações são da CNN.

De acordo com os assessores do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, o contrato ainda não foi de fato fechado, no entanto, a assinatura do documento está prevista para ocorrer nas próximas semanas, quando os detalhes do contrato e as cláusulas técnicas estiverem ajustadas.

Em reunião, o secretário-executivo do ministério, Élcio Franco e integrantes da farmacêutica discutiram o cronograma para entrega das doses. A previsão, é que o Brasil receba até o final de julho 1 milhão de doses da vacina da Moderna, mesma quantidade a chegar até 31 de agosto e 31 de setembro. Entre outubro e dezembro devem chegar 10 milhões de doses da substância ao país em diferentes cargas.

Segundo o cronograma de vacinação apresentado ao Congresso Nacional, estava previsto que o governo adquirisse 50 milhões de doses da Moderna até 2022, destas, 13 milhões chegariam ao país até dezembro deste ano.

 Ainda conforme o cronograma, o primeiro milhão de doses poderá chegar ao Brasil até o fim de julho. Outros 2 milhões serão divididos entre agosto e setembro, e os 10 milhões restantes estão previstos para dezembro deste ano.

Aprovação da Anvisa

Apesar de já ter recebido autorização para uso em alguns outros países, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não liberou o uso do imunizante no Brasil. Dessa forma a negociação acontece, até então, sem a liberação da agência reguladora.

Na terceira fase de testes a vacina, a Moderna apresentou 94,1% de eficácia no combate à Covid-19. O imunizante é aplicado em duas doses com um mês de intervalo. Mas, segundo pesquisas, apenas uma dose é suficiente para induzir a produção de anticorpos.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Leia também:

Comentários