Coronavírus

UE antecipa recebimento de 10 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech

Pelo contrato, o bloco receberá até cerca de 200 milhões de doses no período

diario da manha
Por André Marinho

A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, anunciou nesta terça-feira acordo com a Pfizer e a BioNTech para receber mais 10 milhões de doses da vacina contra o coronavírus desenvolvida pelas farmacêuticas no segundo trimestre de 2021. Pelo contrato, o bloco receberá até cerca de 200 milhões de doses no período.

O novo lote será antecipado das 100 milhões que estavam previstas para o restante do ano. “Essa é uma notícia muito boa, que dá aos Estados membros margem para manobras e possivelmente resolve gargalos na distribuição”, afirmou a presidente da Comissão, Ursula Von der Leyen.

A UE tem sido criticada pelo ritmo lento de distribuição de imunizantes, sobretudo em comparação com as campanhas mais avançadas de Estados Unidos e União Europeia. Nos últimos dias, vários países suspenderam o uso da vacina da AstraZeneca após relatos de coágulos sanguíneos possivelmente ligados à vacinação A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) investiga os casos.

Leia também:

Comentários