Coronavírus

Brasil já aplicou 63% das doses disponíveis

De acordo com o Ministério da Saúde, seis em cada dez doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas

diario da manha

De acordo com o Ministério da Saúde, seis em cada dez doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas. Os dados tem sido utilizados por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), para criticar estados e municípios sobre a velocidade da vacinação. Ministros como Damaris Alves, dos Direitos Humanos e Fabio Faria das Comunicações foram uns dos que apresentaram a tese.

Na última quarta feira (31), o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) falar sobre a vacinação. Na verdade o cenário atual mostra o problema central que é falta de doses, causado exclusivamente pelo próprio governo. Segundo dados, até ontem o Brasil tinha vacinado 17,6 milhões de pessoas, o que equivale a 8,32% da população nacional.

As criticas dos gestores, devido a comparação entre as doses distribuídas e as efetivamente aplicadas, se dá por fatores, como:

  • Logística: a dose liberada para distribuição não é aplicada no dia seguinte, já que há um caminho para chegar ao posto de vacinação –o que não é tão simples em algumas regiões do país;
  • Cadastro: algumas localidades têm enfrentado dificuldades técnicas para incluir no sistema os dados sobre as doses aplicadas, além do fato de a vacina contra a covid-19 demandar um registro nominal, o que também contribui para atrasar o processo;
  • Distribuição: doses são entregues em quantidades pequenas e irregulares.

De acordo com os especialistas ressaltam o Brasil tem tradição em aplicação rápida e em massa, e que o debate sobre aplicação das doses distribuídas mascara o problema principal. Ou seja, a falta de doses, responsabilidade do governo federal que, constantemente, não tem cumprido o cronograma de entregas.

Ainda sobre a demora na vacinação

“Parece que demora muito, mas, na verdade, não demora”, diz Mayra Moura, diretora da Sociedade Brasileira de Imunizações. Ela explica que, até chegar no braço do brasileiro, a dose passa por estruturas dos governos federal, estaduais e municipais.

Assim, as campanhas como a da gripe, inspiração do programa de imunização contra a covid-19, a aplicação transcorre da mesma forma, mas a relação entre distribuir e aplicar não é destacada porque não há problema com o quantitativo de doses.

Comentários