Coronavírus

Polícia flagra jogadores Arboleda e David Neres em festa clandestina em SP

O evento foi interrompido pela polícia e os jogadores conduzidos à Delegacia de Crime contra a Saúde Pública.

diario da manha

Na madrugada desta sexta-feira (28), os jogadores de futebol Robert Arboleda, do São Paulo, e David Neres, do Ajax (Holanda), foram flagrados pela Polícia Civil em uma festa clandestina na zona leste de São Paulo. De acordo com a polícia, 124 pessoas participavam da festa, muitos estavam sem máscara. O evento foi interrompido pela polícia e os jogadores conduzidos à Delegacia de Crime contra a Saúde Pública.

O delegado Eduardo Brotero e o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), coordenador da Força Tarefa no Combate a Festas Clandestinas, comandaram a operação.

A presença dos jogadores na festa, já era de conhecimento da polícia, devido agentes infiltrados em grupos do WhatsApp e de eventos em redes sociais. “A gente encontrou aí dois jogadores de futebol. Arboleda, do São Paulo, e David Neres, da seleção brasileira que joga no Ajax. Deveriam dar o exemplo”, disse Alexandre Frota.

Aglomerações são proibidas em todas as fases do Plano São Paulo. No caso de festas clandestinas, os organizadores dos eventos são detidos e multados em até R$ 290.000.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), em três meses, as polícias Civil e Militar participaram de mais de 4 mil operações no estado e quase 10 mil pessoas foram detidas. “Lamentamos que ainda seja necessário fazer este tipo de intervenção. Em um momento como este na pandemia, jovens ainda insistirem em aglomerar. Já falamos: espera alguns meses e você poderá curtir sua festa. Agora não é o momento”, afirmou Brotero.

De acordo com dados do Consórcio de Veículos de Imprensa, o Brasil registrou 2.130 novas mortes por covid-19, nesta sexta-feira (28) e pela primeira vez em 76 dias teve uma média móvel diária de mortes abaixo de 1.800. O país já acumula 456.753 óbitos pela doença, desde o início da pandemia.

Comentários