Coronavírus

OMC lista barreiras ao fluxo global de vacinas e sugere medidas para importação

"O atraso de um único componente pode desacelerar significativamente, ou mesmo interromper, a produção de vacinas, dada a integração das cadeias de abastecimento globais que sustentam a fabricação das vacinas para covid-19", destaca

diario da manha
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Por André Marinho

A Organização Mundial do Comércio (OMC) divulgou um comunicado, nesta terça-feira, 20, em que elenca uma série de barreiras ao fluxo global de vacinas e outros produtos importantes no combate à covid-19 e sugere possíveis medidas para solucioná-las.

Entre os obstáculos, o relatório cita a falta de procedimentos alfandegários para acelerar o desembarque de imunizantes, tarifas altas para alguns componentes necessários para a produção do profilático e disparidades na estrutura regulatória entre os países.

Para evitar esses problemas, a OMC recomenda que os governos facilitem os processos de importação de itens médicos e mantenham canais de diálogos consistentes com as fabricantes.

“O atraso de um único componente pode desacelerar significativamente, ou mesmo interromper, a produção de vacinas, dada a integração das cadeias de abastecimento globais que sustentam a fabricação das vacinas para covid-19”, destaca.

MACHISMO NO AUTOMOBILISMO

Leia também:

Comentários