Brasil

Comprovante de vacina é exigido em estabelecimentos no Rio de Janeiro

A iniciativa busca evitar novas variantes, já que a capital foi o epicentro da Delta

diario da manha

O Rio de Janeiro passou a exigir o comprovante de vacina contra o Covid-19 para entrar em estabelecimentos fechados à partir desta quarta-feira, 15. O acesso em academias, piscinas, clubes, estádios, cinemas, teatros, circos, museus, pontos turísticos, feiras comerciais e outros, só é possível com o passaporte de vacinação.

O decreto 49.335/2021 da prefeitura também estabeleceu o documento como obrigatório para receber recursos do Cartão Família Carioca e cirurgias eletivas nas redes pública e privada.

Segundo informações da Agência Brasil, o painel de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), consta que 212 mil pessoas acima de 50 anos estão com a segunda dose em atraso e 166 mil acima de 18 anos não compareceram aos postos para receber a primeira dose, sendo que destes 10 mil têm mais de 80 anos.

As medidas sanitárias têm por objetivos, combater à pandemia, proteger a população, impedindo a propagação do vírus e de novas variantes, além de estimular a vacinação.

Leia também:

Comentários