Coronavírus

Bolsonaro quer arquivar pedido de adoção do passaporte da vacina

No documento entregue ao STF, a AGU alegou que o governo não precisa seguir automaticamente as opiniões da Anvisa

diario da manha
Foto: Reprodução

O  presidente Jair Bolsonaro, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), pediu que o  Supremo Tribunal Federal (STF) arquive a ação em que o partido Rede Sustentabilidade pede um comprovante de vacinação contra a Covid-19, para a entrada no Brasil, de pessoas vinda do exterior.

No documento entregue ao STF, a AGU alegou que o governo não precisa seguir automaticamente as opiniões da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que é um pedido do partido Rede Sustentabilidade.

Segundo o Ministério da Justiça, na edição desse tipo de medida, deve ser levada em conta a relação internacional entre países. A Subchefia para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência da República disse que a portaria anterior continha medidas excepcionais e temporárias para entrada no Brasil, restringindo voos de alguns países africanos, em razão da variante ômicron do coronavírus. Afirmou ainda que a Organização Mundial da Saúde (OMS) criticou as “proibições generalizadas de viagens”.

As regras sobre o comprovante de vacinação e quarentena, previstas na nova portaria, passam a valer a partir de sábado, 11.

Leia também:

Comentários