Coronavírus

Doze casos da ômicron são identificados em passageiros de avião em Brasília

A investigação da infecção nos passageiros começou quando dois viajantes procedentes de Cancún desembarcaram em Brasília na segunda-feira, 13, testaram positivo para a ômicron.

diario da manha

O número de infectados pela variante ômicron no Distrito Federal subiu para 14. Os dois primeiros casos foram diagnosticados em passageiros que vieram da África do Sul, em 17 de dezembro. Agora, a Secretaria de Saúde informa que 12 pessoas em um voo vindo do México testaram positivo para a cepa.

A investigação da infecção nos passageiros começou quando dois viajantes procedentes de Cancún desembarcaram em Brasília na segunda-feira, 13, testaram positivo para a ômicron.

A Secretaria de Saúde passou a monitoras os passageiros que estavam no mesmo voo e contataram 58 pessoas, que foram submetidas a testes para serem analisaos pelo Laboratório Central (Lacen). Do total, 15 foram diagnosticadas com Covid-19, sendo que em 12 foi identificada a infecção pela ômicron.

As amostras serão levadas ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, para que os resultados sejam validados. Todos os 14 confirmandos no Distrito Federal apresentaram sintomas leves e não precisaram ser internados.

O Ministério da Saúde divulgou na noite desta terça-feira, 21, o número de casos no país, que atualmente são 27, sendo São Paulo o líder do ranking em contaminações, com 16 confirmados. Contudo, este número não considera ainda os 12 confirmados no DF.

Goiás registrou, até o momento, quatro casos da nova variante.

Leia também

Comentários