Coronavírus

Ocupação dos leitos de UTI's em Goiânia ultrapassa 90%

Quando o levantamento é feito considerando a rede estadual, a ocupação chega a 73,1%, o que foi confirmado inclusive pela Secretaria de Estado da Saúde

diario da manha
Foto: Ilustrativa

Um boletim divulgado na tarde de hoje, 11, pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) mostra que a ocupação em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) e enfermarias em Goiânia para Covid-19 chega neste momento a 94,12%.

Quando o levantamento é feito considerando a rede estadual, a ocupação chega a 73,1%, o que foi confirmado inclusive pela Secretaria de Estado da Saúde.

Com os números apresentados até o momento, e a alta de crescimento na ocupação dos leitos destinados à Covid-19, a expectativa é de que novas medidas restritivas possam ser adotas na capital.

E seguir por exemplo o que foi feito em Senador Canedo, em que todos os leitos destinados à Covid-19, dos quais 10 são UTI’s estão ocupados e novas medidas de restrição foram adotadas na cidade.

HC fechou 20 leitos de UTI’s, mas outros 30 foram criados nas redes credenciadas diz SMS

Em nota a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que realmente houve uma redução no número de leitos de UTI’s, em razão do Hospital das Clínicas (HC) que administrado pela EBSERH fechar 20 leitos destinados a esses pacientes.

A SMS informou também que houve uma ampliação de 30 leitos da rede credenciada, e que outros 13 vão ser disponibilizados nas próximas horas, e assim não há risco de faltarem leitos para os pacientes que precisarem ser internados.

Leia também:

Comentários