Mulher tem bebê roubado do útero após cair em armadilha na Internet

A suspeita se chama Dynel Catrece Lane e dizia que também estava grávida

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma americana é suspeita de ter esfaqueado a barriga de uma grávida e roubado o bebê. A mulher, que estava no sétimo mês de gestação, sobreviveu, mas o filho acabou morrendo.

A vítima foi à casa da suspeita para comprar roupas de recém-nascidos, após ver anúncios on-line no site ‘Craiglist’. A suspeita se chama Dynel Catrece Lane, de 34 anos, e também dizia estar grávida. Ela levou o bebê roubado até o marido e disse que a criança nasceu antes do tempo.

Após o ataque, a vítima ainda conseguiu ligar para a ambulância, mas estava praticamente inconsciente quando a polícia chegou ao local. Ainda não foi confirmado se a suspeita realmente estava grávida e havia sofrido um abroto, ou se não estava gestante.

A mulher foi presa sob suspeita de homicídio de primeiro grau, agressão e abuso infantil que resultou em morte. Para concluir as acusações, será feita uma autópsia nesta sexta-feira (20), para saber se o bebê chegou a viver fora do útero da mãe.

Dynel perdeu um filho de 1 ano e meio há aproximadamente dez anos. A criança se afogou em um laguinho de peixes. A mulher tem outros dois filhos e, de acordo com o jornal ‘The Longmont Times-Call’, a polícia acredita que a mulher pode ter doenças psiquiátricas.

O jornal informou que, de acordo com uma ONG que lida com crianças desaparecidas, aconteceram 17 roubos de fetos nos Estados Unidos desde 1983.

Comentários