Indonésia sinaliza possível execução de brasileiro

Representantes das embaixadas de países com pessoas condenadas foram convocadas para uma reunião.

diario da manha

Autoridades da Indonésia declararam que o país se prepara para uma nova etapa de execuções de presos condenados por tráfico. Entre as ações que sinalizam a proximidade da data da aplicação da pena está o fato de representantes das embaixadas que têm condenados na Indonésia terem sido convocados para uma reunião que ocorrerá neste sábado.

Entre os notificados está a Embaixada do Brasil. Rodrigo Gularte pode ser o segundo brasileiro executado fora do País. Ele foi preso em 2004, quando tentava entrar na Indonésia com seis quilos de cocaína. Apesar dos preparativos para novas execuções terem se iniciado, ainda não foi definida uma data para que elas ocorram.

Segundo o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Armanatha Nasir, o país já adotou todas as medidas necessárias. “Todos os processos legais já terminaram. O próximo é realizar as execuções”, declarou. Para que o fuzilamento ocorra, deve ser emitida uma notificação com pelo menos 72 horas de antecedência. Ao todo, dez pessoas condenadas por tráfico estão no corredor da morte na Indonésia. Entre eles está o brasileiro Rodrigo Gularte.

Comentários