Cotidiano

Aparecida de Goiânia terá novo presídio

Conforme convênio, serão investidos R$ 150 milhões na nova unidade prisional. Previsão é de que custo com a manutenção chegue a R$ 1,5 bi em 27 anos

diario da manha

Da Redação

O governador Marconi Perillo e o prefeito de Aparecida, Maguito Vilela, assinaram ontem convênio para a transferência do presídio de Aparecida de Goiânia a uma área de 30 alqueires na zona rural do município. O novo presídio será construído por meio de Parceria Público Privada (PPP).

Esta será a primeira construção e gestão de um presídio por meio de PPP em Goiás. Serão investidos R$ 150 milhões na nova unidade prisional. A previsão é de que o custo com a manutenção chegue a R$ 1,5 bilhão, durante os 27 anos de concessão. A capacidade será de 1,6 mil vagas, distribuídos por três blocos.

A área destinada à construção, próxima a uma pedreira na Região Leste da cidade, já foi declarada de utilidade pública. A desapropriação está em execução pelo Estado.

NOVA ÁREA

O governador Marconi Perillo explicou que a medida atende a um compromisso de campanha e que o valor aplicado junto à PPP será igual ou menor ao gasto atual com a manutenção do presídio. “O que nos fizemos hoje foi atitude concreta no sentido de viabilizar uma nova área, em parceria com a prefeitura, para a construção do primeiro presídio privado de Goiás, conforme prometido em campanha. Este presídio significará uma nova era da execução penal do Estado. O valor investido vai ser igual ou menor do que o Estado gasta hoje”, disse.

O prefeito Maguito Vilela acredita que o presídio tornará o município mais seguro, ao levar a unidade para outro espaço dentro do município. “Ninguém se colocou contra, todos apoiaram (a doação desse terreno) e se manifestaram a favor da cessão dessa imensa área”.

Comentários

Mais de Cotidiano