Cotidiano

Mulher gasta R$ 100 mil com atendimento VIP para seus dois cães

Bombom e Cacau, sucessos na web, são tratados com o bom e o melhor. Dupla de animais tem milhares de acessórios e até pintura com a dona em um quadro

diario da manha

Uma moradora de Santos, no litoral de São Paulo, já gastou mais de R$ 100 mil, nos últimos três anos, para dar um tratamento “VIP” para suas duas cachorras de estimação. Bombom e Cacau são a paixão de Elke Blodorn, de 41 anos, e possuem roupas para todas as ocasiões, quadros pintados em homenagem a elas e até um carrinho de bebê especial.

A ideia de ter um cachorro de estimação surgiu com a possibilidade do marido de Elke ter que viajar por um longo período de tempo, a trabalho. “Minha família é de Santa Catarina e todos moram lá. Quando surgiu a possibilidade do meu marido ter que ficar dois ou três meses fora, decidi que queria uma cachorrinha bem peluda para eu poder cuidar, vestir roupas e fazer chiquinhas”, diz, em reportagem do IG.

Inicialmente, o marido de Elke não gostou muito da ideia, mas acabou se acostumando. E, ao invés de uma, chegaram duas cadelinhas que se tornaram os xodós da esposa. “Hoje, ele as ama igual. São nossas filhas. Elas dividem a casa, a cama, fazem uma bagunça, adoram brincar e tirar as minhas almofadas do sofá. Eu me divirto junto”, relata.

Elke diz que não mede esforços para cuidar das cadelas, que devem se mudar junto com a família, em breve, para Santa Catarina. “Elas vão ao veterinário tomar as vacinas e são vermifugadas a cada três meses. Recentemente, por exemplo, levamos a Cacau a um ortopedista de cães. Também damos ração light porque elas estavam com um pouco de sobrepeso”, conta.

As cadelinhas também são famosas na internet e possuem uma página no Facebook com milhares de curtidas, onde a dona mostra todo o estilo das pets em fotos. “Compro de tudo para elas, como óculos, sapatos, gorros com cachecol, vestidos de festa e, para o dia a dia, biquínis, roupas de Natal, Páscoa, halloween e ano-novo, bonés, meias e uma coleção enorme de laços”, revela.

 

Comentários