Cotidiano

Mais de 300 mil migrantes atravessaram o Mediterrâneo desde janeiro

Da Agência Lusa

Mais de 300 mil migrantes atravessaram o Mar Mediterrâneo desde janeiro e mais de 2.500 pessoas morreram no mar quando tentavam alcançar a Europa, informou hoje o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

“O número de refugiados e migrantes que atravessaram o Mediterrâneo este ano já ultrapassou 300 mil, cerca de 200 mil chegaram à Grécia e 110 mil à Itália”. Em 2014, 219.000 migrantes fizeram o trajeto pelo Mediterrâneo, disse a porta-voz do Acnur, Melissa Fleming.

Entre os 2.500 migrantes que morreram não estão incluídos os desaparecidos ao longo da costa da Líbia, na quinta-feira, no naufrágio de uma embarcação que transportava 200 pessoas.

Pelo menos 76 pessoas morreram e 198 foram resgatadas naquele naufrágio próximo à cidade de Zouara, a cerca de 160 quilômetros a oeste da capital da Líbia, Tripoli, disse hoje um porta-voz da organização Crescente Vermelho, na Líbia.

Segundo o Acnur, no ano passado, cerca de 3.500 migrantes e refugiados morreram ou foram dados como desaparecidos no Mediterrâneo.

*Com informações da Agência Lusa

Editor José Romildo

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser