Cotidiano

Polícia procura mais dois suspeitos de atentado a templo em Bangcoc

Da Agência Lusa

Dois novos suspeitos – uma tailandesa e um homem não identificado – são procurados por suspeita de participação no atentado à bomba a um templo em Bangcoc, depois de materiais para a fabricação de bombas terem sido apreendidos num apartamento nos arredores da cidade.

“O primeiro suspeito é uma mulher, Wanna Suansan, de 26 anos”, disse o porta-voz da polícia numa declaração transmitida na televisão. Foi divulgada uma imagem da mulher com a cabeça coberta com um hijab (véu).

Esta foi a primeira vez que o nome e imagem de um suspeito foram divulgados na televisão desde o ataque a 17 de agosto.

“Também há outra pessoa que mora no mesmo local: é um homem, de nacionalidade desconhecida”, acrescentou.

O ataque ao templo Erawan, no centro da capital tailandesa, muito frequentado por turistas, entre eles, asiáticos, resultou em 20 mortos – a maioria turistas da Ásia – e 120 feridos.

As autoridades tailandesas detiveram um suspeito pelo ataque no fim de semana.

Interrogado no sábado (29) no âmbito da investigação ao atentado de Bangcoc, o indivíduo recusou-se a cooperar, disse ontem (30) o chefe do Exército da Tailândia.

Editor Talita Cavalcante

Comentários

Mais de Cotidiano