Cotidiano

Motorista de Cristiano Araújo é indiciado por homicídio culposo

Alta velocidade e roda danificada foram as causas do acidente que matou cantor e namorada

diario da manha
Foto: Reprodução

 

Na manhã desta quinta-feira (10), o motorista Ronaldo Miranda foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio culposo por causa da morte do cantor Cristiano Araújo e de sua namorada, a estudante Allana Moraes. Ronaldo deve responder por homicídio culposo -sem intenção de matar – na direção do veículo automotor.

O delegado Fabiano Jacomelis, responsável pelo caso, disse que três fatores culminaram no indiciamento de Miranda: “O excesso de velocidade, a roda danificada, e ausência do cinto foram os fatores” [que causaram as mortes].

Ronaldo Miranda vai responder ao processo e pode pegar entre dois e quatro anos de prisão.

O acidente aconteceu na madrugada de 24 junho deste ano, quando Cristiano voltava à Goiânia após uma apresentação em Itumbiara, no sul do estado. No carro estavam o cantor, sua namorada Allana Moraes, o empresário Victor Leonardo, e o motorista Ronaldo Miranda.

Allana morreu no local do acidente. O músico chegou a ser encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia, mas morreu antes de chegar á unidade. O empresário e o motorista sofreram ferimentos leves, pois estavam usando cinto de segurança.

Comentários

Mais de Cotidiano